Na Copa? Make de Anitta em “Machika” deve pegar no Carnaval

Anitta está por cima e não está prosa. O lançamento de “Machika”, que significa “romper”, colidir”, “chocar”, no idioma papiamento, língua crioula falado nas ilhas caribenhas de Aruba, Curação e Bonaire, coloca mais um sucesso na carreira da cantora. O clipe, em parceria com J.Balvin e Jeon, foi ao ar na noite de quinta (18) para sexta (19), já estava com quase 5 milhões de visualizações até a publicação deste post.

 

Veja o clipe aqui

Lembrando que J.Balvin fez par com a carioca com o sucesso mundial “Downtown”, que alcançou esta semana o 16º lugar entre os mais ouvidos da lista de músicas latinas da Billboard americana. Há comentários de que “Machika” seja a música oficial da Copa do Mundo da Rússia. Isso por conta das bandeiras das seleções classificadas que aparecem no vídeo. Entre os destaques estão a da Rússia e a do Brasil.

Em “Vai, Malandra”, Anitta enfatizou as celulites, pouca roupa e os cabelos, mas em “Machika” o make mostra força e poder. Ideal para os tempos atuais e ótima ideia para as mulheres se produzirem para as festas de momo. A parte em que a Anitta canta demostra também uma mulher poderosa: “Caliente hasta en la nevera/ En la cima sin escalera/La sensación de la favela/Salió a romper fronteras”. Traduzindo: “Quente até na geladeira/ Em cima, sem escada/A sensação da favela/Saiu para romper fronteiras”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here