Rugas no pescoço? É culpa do celular

Rugas no pescoço parecem um pesadelo distante? Não se você vive teclando no celular.

Esse hábito moderno pode estar acelerando o processo de envelhecimento e causando rugas no pescoço. Os americanos até apelidaram o problema de “Tech Neck” e um estudo da Universidade de Chung-Ang, da Coreia do Sul, mostrou que mulheres a partir dos 29 anos já apresentam rugas na região do pescoço. “A pele do pescoço é muito fina, com espessura próxima a dois milímetros, praticamente sem glândulas sebáceas, pouco hidratada”, diz Claudia Marçal, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia. É… a região é difícil de tratar.

Para piorar a situação, trata-se de uma área onde há grande movimentação natural. “A inclinação frequente da cabeça para baixo a fim de olhar o celular provoca sinais de envelhecimento mais rápidos”, alerta a médica. Sim, as rugas no pescoço!

Colar nada precioso

De acordo com a dermatologista, os movimentos musculares do pescoço – olhar para lado, para baixo, mastigar e falar — produzem pequenas linhas que com o passar do tempo vão se acentuando. “Elas adquirem o status de rugas e sulcos bastante marcados como verdadeiros colares cervicais horizontais”, diz.

Acontece que olhar o tempo todo para o celular só agrava o quadro. Não à toa, a procura por tratamentos preventivos e corretivos das rugas do pescoço vem aumentando.

Como lidar? O primeiro passo é incluir a área na rotina de cuidados de beleza. “A região é quase sempre esquecida, mesmo para quem tem o hábito de cuidar do rosto”, alerta Claudia.

“E a característica local somada às agressões ambientais como água quente, frio, poluição, ar condicionado, sol, vento e o uso de perfumes contendo álcool e bijuterias (que podem causar hipersensibilidade local e alergias), podem provocar ainda mais ressecamento, vermelhidão e mudança da textura da região”, continua.

 

#selfieperfeita

De acordo com a dermatologista, uma dica importante é, mesmo quando mexer nos dispositivos, manter a cabeça em um ângulo de 90 graus e a postura alinhada. “O celular deve ser erguido na direção dos olhos”, sugere.

Com relação aos cuidados diários, a médica indica sabonetes neutros ou loções de limpeza à base de ativos calmantes. “As loções tônicas vêm na sequência e vão preparar a pele para receber o sérum tensor que pode conter ácido hialurônico, antioxidantes e vitaminas”, fala.

O protetor solar deve ter FPS 30 no mínimo e ser reaplicado após quatro horas no dia a dia. “À noite, após a limpeza, vale aplicar água termal e, após alguns minutos, vitamina C, B5, E, F e alfahidroxiácidos.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here